REENCARNAÇÃO x BÍBLIA

(…)

Se você acreditar que morreu se apaga e continua a ser espírita de que corrente for, no mínimo “há uma leve (10.000 Toneladas.) incoerência” no modo de ver as coisas à sua própria volta, porque, se morreu se apaga, que espíritos são esses que falam através dos outros e talvez de você mesmo(a)? Não vai me dizer que você que está nos lendo agora tem aquela mentalidade retrógrada que o faz pensar que do “outro lado” só existe Deus e o Diabo?” Você pegou o livro errado, amigo(a) ! Você ainda deve estar acreditando que a humanidade surgiu de Adão e Eva que tiveram dois filhos HOMENS (nenhuma mulher que pudesse dar continuidade à raça), e que um matou o outro, ficando nesse caso apenas um HOMEM ! Interessante nessa história é que, depois de matar o irmão, Caim saiu pelo mundo, encontrou uma mulher e com ela teve filhos. Se Deus não havia criado mais ninguém, de onde saiu essa mulher ?

MISTÉRIO…!

Eu confesso minha ignorância nesse aspecto, até porque não foi explicado qual era o aspecto físico de Adão e Eva. Não sei se eram brancos, pretos, ou tinham os olhinhos meio fechados como nossos irmãos chineses, japoneses, ou se tinham aspecto indígena.
Mas isso não importa. Tenho certeza de que você encontrará respostas para essas pequenas(?) dúvidas em outros livros. Nesse não !

Quanto à Reencarnação, ela deveria ser crença obrigatória (ainda que não estivesse provada) para todos os que professam a crença em um Deus de Amor como era o caso de Jesus (ou não era ?).

Afinal de contas, se o Deus de Amor que Jesus apregoava era (e deve continuar sendo) um Deus que ama sua criação, como se explica o nascimento de cegos, tetraplégicos, portadores da Síndrome de Douwn e outras anomalias congênitas ? Será que um Deus de Amor CRIA PROPOSITALMENTE esses seres ? Mas acaso não é ele também um Deus da perfeição? Já pensou que esses seres teriam que carregar suas deficiências “criadas por Deus” (que Deus?) até o tal “Julgamento Final”, sem terem uma chance de, como você e eu, poderem caminhar livremente por onde escolherem ou raciocinarem claramente ou até mesmo enxergarem ?

Que Deus de Amor seria esse se não permitisse que um filho seu pudesse voltar outras vezes e desfrutar do mesmo potencial de todos os outros ? Ou será que você acredita que esses não sejam filhos de Deus e sim do Diabo ? Cuidado porque amanhã você poderá ser levado a acreditar que deve extirpar o diabo da face da Terra e querer começar pelos “seus filhos”, heim !”

Para casos como esses só há uma explicação que não ponha em dúvida esse Amor Divino – A Reencarnação (isso se você acredita mesmo em Deus). Além do mais as pesquisas no campo da Hipnose têm revelado descobertas importantes em relação a isso.

Nenhum membro honesto, seja de que seita ou religião for, pode estar alienado em relação às pesquisas científicas no campo da paranormalidade ou da indução de estados alterados da consciência.

Não se pode fechar os olhos e fingir que o sol não existe a não ser que o intuito seja o de permanecer no obscurantismo da própria insensatez. Afinal de contas, nesse campo, praticamente tudo o que o espiritismo sempre apregoou está sendo provado.

Lentamente, é claro, mas provado !

Mas tem que ser muito lentamente mesmo, sabe por que ? Já pensou se amanhã alguém ligado às pesquisas viesse a público e começasse a despejar provas contundentes sobre por exemplo :

• A vida após a morte;

• A reencarnação;

• A possibilidade de contato visual com espíritos através de aparelhos de laboratório;

• A interação energética entre os seres e o próprio planeta em que habitam;

• E outras “coisinhas mais”?

Mesmo nos dias de hoje seria considerado um herege, seria excomungado e no mínimo, para alguns mais fanáticos, ainda que pudesse provar cientificamente. : Um inimigo de Deus.

Querendo ou não, Umbandistas, Kardecistas e membros de outros grupos religiosos, deveriam ler O NOVO TESTAMENTO, onde se pode focalizar várias passagens em que o próprio Jesus se referia (entendesse quem pudesse, como aliás era seu modo de ensinar) ao retorno do espírito à matéria.

Em Mateus XVII : 10 – 13 e Marcos XVIII : 10 – 12, há a seguinte passagem :

“E os discípulos lhe perguntaram dizendo: Pois por que dizem os escribas que importa vir Elias primeiro ?

Mas ele, respondendo lhes disse : Elias certamente há de vir e restabelecerá todas as coisas; digo-vos, porém, que Elias já veio, e eles não o conheceram, antes fizeram dele quanto quiseram. Assim também o filho de Homem há de padecer às suas mãos. Então compreenderam que de João Batista é que falara”.

A Igreja Católica, quando organizou os escritos durante o 5º Concílio Ecumênico por volta do ano 553, esqueceu de tornar esse texto um Apócrifo, assim como fez a outros testemunhos.

Há também uma outra passagem muito interessante, veja só:

Lucas XXI – 7 – E perguntaram-lhe dizendo: Mestre, quando serão, pois, estas coisas? E que sinal haverá quando isto estiver para acontecer?

8 – Disse então ele : Vede não vos enganem porque virão muitos em meu nome, dizendo : Sou eu, e o tempo está próximo; não vades portanto após eles.

9 – E, enquanto ouvirdes de guerras e sedições, não vos assusteis. Porque é necessário que isto aconteça primeiro, mas o fim não será logo.

10- Então lhes disse: Levantar-se-á nação contra nação e reino contra reino;

11- E haverá em vários lugares grandes terremotos, e fomes e pestilência….

12- Mas antes de todas estas coisas lançarão mão de vós e vos perseguirão.
.
.
.
20- Mas quando virdes Jerusalém cercada de exércitos, sabei então que é chegada a sua desolação.
.
.
.
32- Em verdade vos digo que não passará esta geração até que tudo aconteça.
.
.
.
Observe que Jesus fala durante todo o tempo como se os ouvintes de então fossem presenciar suas profecias, e chega a dizer que: “esta geração não passará até que tudo aconteça”, o que inclui o seu retorno “numa nuvem, com poder e grande glória”.

Como isso ainda não aconteceu até hoje, fica difícil entender que ele esperasse que seus seguidores presenciassem os fatos, a não ser que estivessem reencarnados na ocasião.
Mas aí você poderia retrucar dizendo que Jesus não falava realmente aos seus contemporâneos, mas àqueles que viriam após e portanto outras pessoas e portanto outros filhos de Deus que não aqueles que ali estavam, certo ?

Só que se você pensou assim, é porque não leu sua Bíblia corretamente, porque ele também diz : “Ora, quando estas coisas começarem a acontecer, olhai para cima e levantai vossas cabeças, porque a vossa redenção está próxima”. E também diz : “Vigiai, pois em todo o tempo, orando, para que sejais havidos por dignos de evitar todas estas coisas que irão acontecer, e de estar em pé diante do Filho do Homem”.
Ora, para se olhar para cima e levantar a cabeça enquanto as profecias acontecem, é preciso que se esteja encarnado na matéria, ou vivo após ter morrido, pois morto e enterrado (ou dormindo aguardando a tal ressurreição como querem alguns) não enxerga, não pode orar nem vigiar em tempo algum (pelo menos deve ser o que acreditam aqueles que não crêem na reencarnação ou na vida pós-morte). E repare que a redenção só virá para estes que puderem seguir essas orientações, ou seja, que de alguma forma estejam VIVOS.

Sugere também Jesus, que poderão estar diante do Filho do Homem (reparem que ele não diz Deus) aqueles que passarem por essas provas a que ele se refere, orando e vigiando. O que será então de seus contemporâneos que, não terão essa oportunidade por estarem segundo alguns, MORTOS E ENTERRADOS, aguardando apenas serem julgados nos últimos dias? Ou será que seus contemporâneos e outros mais antes e após eles, também deveriam ter o privilégio de estarem vivos, encarnados ou não nesses momentos ?

O que será que ele quis dizer com : “não passará esta geração até que tudo aconteça”?

Se considerarmos geração como normalmente o fazemos, (descendência, filiação, linhagem etc.), veremos que após sua estada na Terra, várias gerações já se passaram e outras foram totalmente extintas. Mas se considerarmos, como naturalmente ele o fazia, que a geração a que se referia era a de espíritos que habitavam o plano Terra (encarnados e desencarnados), aí sim, começamos a entender até mesmo porque os costumes, os vícios, os fanatismos sociais e religiosos de outras épocas tendem a se repetir de tempos em tempos na matéria, ainda que disfarçados por outros nomes, acontecendo em outras regiões do planeta e com supostamente outros personagens.

Uma outra coisinha é preciso que fique bem clara.

Se cada vez que nasce uma criança é sinal de que Deus criou um novo ser, não lhe pareceria lógico que gerasse seres cada vez mais puros, mais perfeitos, mais condizentes com seus princípios e sua própria grandeza? Afinal de contas, esse trabalho ele já estaria
realizando há milhares de anos, antes mesmo da vinda de Jesus, o Cristo, e a tendência, até para nós que somos imperfeitos, é sempre de melhorarmos nossas obras cada vez que a repetimos.

E é isto o que você observa ?

São as crianças de hoje, mais puras e perfeitas que as de ontem (qualquer ontem) ?

São por acaso as crianças de hoje, pelo menos mais educadas que as de antes ?

Vou deixar esta para você pensar.

A Reencarnação, para os espíritos que freqüentam a Umbanda, é fator imprescindível para o aperfeiçoamento moral e intelectual do ente espiritual. Sem ela, em apenas uma passagem pelo que chamamos “vida” jamais teria o espírito condições de aprendizagem suficiente para sua evolução (você já pensou, por exemplo que os “homens das cavernas” e mesmo outros após eles, sequer tiveram a oportunidade de ler sobre Jesus ou outro qualquer líder religioso?

Como será que eles seriam julgados? Teriam chance de se defenderem sem mesmo terem aprendido a falar? Ou segundo alguns “iluminados(?)”: “Sem terem sequer ouvido “a palavra”?

Não podemos encarar a Reencarnação como fator de obrigatoriedade de um espírito vir para pagar suas dívidas ou seu Carma, como querem alguns. Isto acontece porque durante a passagem pela “vida” o espírito comete um sem número de sandices em virtude de má orientação, ou má índole. E a tal ponto que determinados espíritos chegam a viver toda uma vida em função das injunções cármicas que provocaram em existências anteriores, deixando muitas vezes de aproveitarem esse período para a própria elevação, a própria evolução – apenas sofrendo e quase sempre se revoltando com isso.

Mas o que é evolução? Quando um espírito evolui?

Na maioria das vezes, a evolução é confundida com progressão material, ou seja, se o ente consegue alcançar posições de destaque, títulos etc, durante sua vida, pensa-se que ele tenha evoluído.

Do ponto de vista material até pode ser, mas do ponto de vista espiritual, nem sempre, até porque como já dissemos, os títulos e posições que tiveram na vida, pouco importam.

Um espírito evolui realmente quando passa a ser capaz de amar a todas as criaturas de Deus. Se você compreender realmente o que é amar sem se perder pelos meandros do amor carnal a que todos estamos acostumados, já terá aí uma grande chave para sua evolução.

O difícil dessa lição é pô-la em prática! Falar que ama é até fácil, embora nem todos sejam capazes.

Mais difícil ainda é compreender que para “amar ao próximo como a ti mesmo”, é preciso antes que se entenda o que é amar a si mesmo.

Somente através de diversas vindas ao Plano Terra, um espírito começa a entender a profundidade que há nesse único mandamento deixado pelo mesmo Jesus quando disse :
“Um novo mandamento vos dou: Que vos ameis uns aos outros; como eu vos amei a
vós, que também vós uns aos outros vos ameis”.

“Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros”. (João 13 : 34 – 35)

E aí ? Será que um Pai que manda seu filho vir à Terra ensinar amor seria capaz de criar seres fisicamente incapacitados para terem a oportunidade de “existirem” ou “viverem” apenas uma vez? Será que morreu, acabou?

Há algum tempo atrás, (abril de 1996) em um debate pela Rede Manchete de Televisão cujo tema era a situação de duas meninas que nasceram com os corpos unidos, um dos debatedores, defendia a crença de que elas haviam nascido nesta situação devido a prováveis injunções cármicas adquiridas em encarnações passadas, o que foi compreendido por uma das debatedoras como se tivesse sido castigo de Deus, ao que ela retorquiu dizendo que: “aquele não seria por certo o seu Deus”.

O que não foi explicado é que resgate cármico não é castigo de Deus, mas ainda que fosse, a incauta debatedora esqueceu-se de que o Deus Bíblico, como é descrito no Antigo Testamento, por análise lógica era um deus vingativo que punia seus filhos com doenças e até mesmo extermínio de populações inteiras que “não rezavam segundo sua cartilha”, e que se ela era católica, evangélica ou seguia qualquer outra seita baseada nos preceitos bíblicos, estava automaticamente ligada a esse Deus. E ainda mais: Se esse Deus estava certo em seus atos, seria capaz de impor qualquer outro tipo de pagamento para as supostas dívidas dos humanos, até mesmo aquele a que ela se referia.

Voltaremos a falar sobre carma em outra parte deste livro, mas veja bem : Não espere ler aqui que Deus, ou o Pai, como Jesus o chamava, determina que alguém pague por suas dívidas com o famoso “olho por olho, dente por dente”.

Na verdade, o carma existe porque nós humanos o criamos e aceitamos em nosso subconsciente (só essa afirmação já seria matéria para um outro livro).

Apenas para atiçar seu raciocínio, pense em qual seria o carma a ser cumprido por um espírito que estivesse em sua primeira encarnação (sim, porque tem que haver uma primeira). Se você chegar à conclusão de que, por ser a primeira encarnação não deverá haver carma para este espírito, então concluirá que também não haverá sofrimento para ele, enquanto aqui na Terra, certo ?

Partindo daí eu lhe perguntaria : Qual o ser que ocupando lugar na matéria, sendo ele o mais puro dos mais puros dos seres, não sofreu, sofre e sofrerá todas as vicissitudes dos demais meros “pecadores”? Será que esse ser seria poupado, ou entraria no mesmo turbilhão que todos nós e se arriscaria a, aí sim, começar a colecionar atitudes que lhe gerassem o futuro carma, ou como alguns pensam, castigo de Deus ?

Umbanda Sem Medo vol. 1 capítulo 2 – Título do capítulo REENCARNAÇÃO – Cláudio Zeus

Visitem o Blog UMBANDA SEM MEDO



Sobre Administrador

Eu tento fazer a minha parte para poder divulgar a minha Religião.
Esse post foi publicado em UMBANDA e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.