Início

ANUNCIE AQUI!!!

Envie e-mail para: povodearuanda@povodearuanda.com.br


Dizer que alguém é tolerante em face de outras religiões ou filosofias, não é louvor, é censura.

O homem pode ser tolerante:

1) ou por ser de absoluta indiferença em face do mundo superior, como qualquer animal ou pedra;

2) ou por desdenhar sobranceiramente as idéias dos outros.

Mas, quando o homem compreende a Verdade universal, deixa ele de ser simplesmente tolerante; sabe que a verdade é uma só, mas que muitos são os caminhos que conduzem a essa meta final – assim como muitos são os afluentes, de águas límpidas ou turvas, que lançam à magna torrente do Amazonas, a qual se afunda na imensidade do oceano; compreende que cada homem tem de seguir o caminho adaptado a seu gênio peculiar. Sabe que alguns dos seus companheiros de jornada estão no marco 10, outros no 20, outros no 50 da estrada – mas que importa?

E eu mesmo, em que ponto estou? No marco 20, 70, 90? Esteja onde estiver, o certo é que há muitos viajores abaixo e muitos acima de mim. Por isto, eu não apenas “tolero” os meus companheiros rumo ao Infinito, eu os compreende e aprovo; sei que estão comigo na mesma direção. Mesmo que alguns deles estejam ziguezagueando, incertos, para a direita e para a esquerda, que importa? O erro também é aliado da verdade: um dia, também eles entrarão na linha reta e iniciarão a sua ascensão. O que eu posso fazer por eles é prosseguir em linha reta e ser tão bom e feliz que também eles tenham o desejo de seguir o mesmo caminho.

Huberto Rohden