OS SIOUX NA LUZ DIVINA

Alex de Oxóssi – Rio Bonito – RJ

Os índios de maneira geral, sejam do Hemisfério Norte ou Sul, possuem forte tradição anímica, isto é, acreditam na existência da alma e no mundo dos espíritos.

Lá e cá, foram destruídos sistemáticamente pelo “homem civilizado”, mas eram eles quem detinham o Poder sobre as Forças da Natureza, o repeito ao equilíbrio ecológico, a convivência pacífica com os animais, o cultivar da tolerância e boa vontade entre os seus.

O índio Lakota, das tribos Sioux, hoje estão quase extintos, vivendo na miséria e no alcoolismo, sem cultura própria, local para morar, lutando para manter sua dignidade.

Mas na Espiritualidade, espíritos Sioux se identificaram com as falanges umbandistas dos caboclos, e se juntaram a eles, agregando fundamentos xamânicos de sua cultura, tal como os animais sagrados com que trabalham, como o lobo, a águia e a pantera, da mesma forma que nas falanges de índios brasileiros, eles chegam em terra muitas vezes com sucuris, cobras corais e jibóias, além de onças e gaviões.

Os índios sioux gostam de trabalhar com pedras e cristais. Usam ainda penas do poder para limpeza das auras. O tambor, substituído pelo atabaque, é o veículo de viagem a outros mundos. E para eles o instrumento que faz a comunicação entre a Terra e o Céu.Gostam de montanhas, de florestas, de cachoeiras e do silêncio.

O heyokah é um xamã sioux especial, pois tem reações estranhas, comportamento bizarro, embora possua grande poder. Ele ensina por caminhos tortuosos, manifesta comportamentos contrários, para induzir à reflexão e preparar cada um a ter pensamentos próprios e se fortalecerem para momentos difíceis. Aparece com roupas ao contrário, monta seu cavalo de tras para frente, inverte a ordem das coisas. Mas esta aparente loucura abriga um significado, é um ensinamento , para se ver que tudo tem um outro lado, e que nem todos os caminhos para se alcançar a vitória são iguais.

Oração Lakota (Sioux)

Wakan Tanka, Grande Mistério
Ensina-me a confiar
Em meu coração,
Em minha mente,
Em minha intuição,
Em minha sabedoria interna,
Nos sentidos do meu corpo,
Nas bençãos do meu Espírito,
Ensina-me a confiar nessas coisas
Para que eu possa entrar no meu Espaço Sagrado
E amar muito além do medo
E assim caminhar na beleza
Com o passo do glorioso Sol.

Para os Lakota (Sioux) o Espaço Sagrado é o espaço entre o inspirar e o expirar (estar vivo e pleno aqui e agora). Caminhar na beleza é ter o céu (espiritualidade) e a terra (físico) em harmonia. Wakan Tanka é o Grande Espírito.


Alex de Oxóssi
Rio Bonito – RJ

Literatura consultada

http://www.xamanismo.com.br/Teia/SubTeia1192610740It003
http://tilesexperts.com/wordpress/os-maias/xamanismo-e-consciencia/
http://www.vozdoselementos.com.br/xamanismo/instrumentos-de-poder

Sobre Administrador

Eu tento fazer a minha parte para poder divulgar a minha Religião.
Esse post foi publicado em UMBANDA. Bookmark o link permanente.