26

XXVI A TENDA DE NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO Perguntaram ao presidente da Tenda de Nossa Senhora da Conceição: -Acreditas em … Mais

25

XXV A TENDA NOSSA SENHORA DA PIEDADE Sobe a presidência do Sr. Zélio Moraes, médium do Caboclo das Sete Encruzilhadas, … Mais

24

XXIV AS TENDAS DO CABOCLO DAS SETE ENCRUZILHADAS O Caboclo das Sete Encruzilhadas fundou e dirige quatro Tendas: – de … Mais

23

XXIII O CABOCLO DAS SETE ENCRUZILHADAS Se alguma vez tenho estado em contato consciente com algum espírito de luz, esses … Mais

19

XIX A LINHA DE SANTO A missão da Linha de Santo, tão desprezada quanto ridicularizada até nos meios cultos do … Mais

22

XXII OS GUIAS SUPERIORES DA LINHA BRANCA Os centro espíritas são instituições da Terra com reflexo no espaço, ou criação … Mais

21

XXI OS ORIXÁS Cada uma das sete linhas que constituem a Linha Branca de Umbanda e Demanda tem vinte e … Mais

20

XX OS PROTETORES DA LINHA BRANCA DE UMBANDA Os protetores da Linha Branca de Umbanda e Demanda, invariavelmente são, ou … Mais

17

XVII O DESPACHO O despacho, nas Linhas Negras, é um presente, ou uma paga, para alcançar um favor, muitas vezes … Mais

16

XVI OS ATRIBUTOS E PECULIARIDADES DA LINHA BRANCA Os chamados atributos da Linha Branca de Umbanda e Demanda, em seu … Mais

18

XVIII AS SETE LINHAS BRANCAS A Linha Branca de Umbanda e Demanda, compreende sete linhas: a primeira de Oxalá; a … Mais

15

XV A LINHA BRANCA DE UMBANDA E DEMANDA A organização das linhas no espaço corresponde a determinadas zonas na Terra, … Mais

14

XIV A MAGIA NEGRA Despindo-se, através dos tempos, de sua imponente pompa litúrgica, a Magia Negra conserva, por toda parte, … Mais

13

XIII A MACUMBA A macumba se distingue e caracteriza pelo uso de batuques, a tambores e alguns instrumentos originários da … Mais

12

XII A FEITIÇARIA Além dos muitos outros cientistas, Grawford, professor de mecânica aplicada da Universidade de Belfast, pacientíssimas experiências, provou … Mais

11

XI O BAIXO ESPIRITISMO Enquanto os homens não atingirem a um grau uniforme de cultura, não poderá haver uniformidade de … Mais

10

X O FALSO ESPIRITISMO Consideram alguns, falso espiritismo, o que se pratica fora de certas regras ou moldes, e como … Mais

09

IX A CURA DA OBSESSÃO Cura-se a obsessão, nos centros kardecistas, branda e lentamente, mediante a doutrinação do obsessor, e, … Mais

08

VIII FENÔMENOS DE MATERIALIZAÇÃO E EFEITOS FÍSICOS ESPONTÂNEOS Os fenômenos chamados de efeitos físicos e os de materialização, que tantos … Mais

07

VII O COPO, A PRANCHETA, A MESA Os fenômenos de efeitos físicos são vulgares, sendo facilmente verificáveis em qualquer ambiente, … Mais

06

VI MATERIALIZAÇÃO O estudo cientifico do espiritismo, com objetivo experimental, não deve ser feito em locais onde se realizem trabalhos … Mais

05

V OS MÉDIUNS CURADORES Há quase totalidade das crianças revela portentosos predicados mediúnicos, porém só uma pequena minoria de adultos … Mais

04

IV A TRANSFUSÃO DO PENSAMENTO O ativo labor dos centros espíritas, sendo vário, é consagrado, uniformemente, aos menos em intenção, … Mais

03

III AS SUBDIVISÕES DO ESPIRITISMO O espiritismo no Rio de Janeiro, como em toda parte, varia em modalidades, dividindo-se em … Mais

02

II OS PERIGOS DO ESPIRITISMO Os perigos atribuídos ao espiritismo são mais aparentes do que reais. A perturbação ou desequilíbrio … Mais

01

I EXPLICAÇÃO INICIAL O Espiritismo não é clava para demolir, é uma torre em construção, e quanto mais se levanta … Mais

00

SUMÁRIO Em sua edição matutina de 8 de novembro de 1932, o “Diário de Notícias”, da Capital Federal, anunciou: “A … Mais

SOMOS ELOS!

Observemos, particularmente o trabalho dentro da Casa umbandista. Será que a responsabilidade deve pesar só sob os ombros dos que … Mais