O Mestre Zé Pelintra

povo-de-aruanda-43.jpg 

Juremeira 

O catimbó/Jurema é um culto regional do Nordeste, onde existem manifestações de espíritos que viveram principalmente naquela região do Brasil, e que são chamados de Mestres Catimbozeiros. Seu Zé Pelintra, assim como outros guias que trabalham no Catimbó, trabalham também na umbanda.

No Catimbó/Jurema ele é Mestre, e por ser uma entidade diferente das que são cultuadas na umbanda, ele não trabalha numa linha específica, porém, sua participação mais ativa seria na gira de baianos, exus e, em raros casos, pretos velhos. Seu Zé pode aparecer, portanto, em qualquer linha de gira, desde que seu trabalho seja realmente necessário.

Apesar de ser um espírito “boêmio”, “malandro” e brincalhão, este ente de luz, trabalha com seriedade e mesmo com a fama que possui, de beberrão, não é bem assim que as coisas funcionam. Seu Zé exige muito de seus médiuns, por seriedade, responsabilidade e outras virtudes e é o primeiro guia que se afasta do médium quando este não segue seus conselhos e não adota a boa moral e conduta pregada por ele, ou seja, um “cavalo de Seu Zé”, deve ser honesto, trabalhar com firmeza para o bem, para a caridade.

A gira de Zé Pelintra é muito alegre e com excelente vibração, e também disciplina é o que não falta. Sempre Zé pelintra procura trabalhar com seus camaradas, e às vezes, por ser muito festeiro, gosta de uma roda de amigos para conversar, e ensinar o que traz do astral. Zé Pelintra atende a todos sem distinção, seja pobre ou rico, branco ou negro, idoso ou jovem. Seu Zé Pelintra tem várias estórias da sua vida, desde a Lapa do Rio de Janeiro até o Recife. Todavia, a principal história que seu Zé Pelintra quer escrever, é a da CARIDADE, e que ela seja praticada e que passemos os bons exemplos, de Pai para filho, de amigo para amigo, de parente para parente, a fim de que possa existir uma corrente inesgotável de Amor ao Próximo.

Zé Pelintra nasceu no nordeste, mais provavelmente em Recife e veio para o Rio de Janeiro, onde se malandreou na Lapa e um certo dia foi assassinado a navalhadas em uma briga de bar.

Assim, Zé Pelintra formou uma bela Falange de malandros de luz, que vêm ajudar aqueles que necessitam, os malandros são entidades amigas e de muito respeito.

Podemos citar além de Seu Zé Pelintra, Seu Chico Pelintra, Antonio Pelintra, Cibamba, Zé da Virada, Seu Zé Malandrinho, Seu Malandro etc.

Quando o assunto é Zé Pelintra, Catimbó/Jurema, sempre surge alguém a dizer que Zé Pelintra não incorpora mais, que só existe um, que isso e aquilo…não quero levantar nenhuma polemica, mas se alguém andar nos terreiros de jurema do Nordeste principalmente vai ver o Mestre Zé Pelintra trabalhando para a caridade e amor ao próximo.

Eu particularmente tenho a honra e a felicidade de ter o mestre Zé Pelintra como meu mentor, pois com ele aprendi e ainda aprendo muito, ele me ensinou que a jurema não é comercio, que estamos aqui para ajudar, para passar os ensinamentos a nosso filhos e afilhados, que o egoísmos, ganância, arrogância, e prepotência são um mal que nos coloca no abismo. Um bom médium é simples, consciente de seus deveres e obrigações, sabe que pode recorrer a seus guias nas necessidades, e será socorrido.

Não sou médium de Zé Pelintra, sou primeiramente afilhada dele, pois ele que me batizou na jurema quando eu era ainda uma criança, sou sua aluna, sua cambona, e sua juremeira. Em minha vida espiritual já vi o Mestre Zé Pelintra, trabalhando na umbanda, na Jurema, sempre praticando a cura, abertura de caminhos, levantando espiritualmente, ensinando, e cuidando para que a corrente se mantenha firme.
Com seu jeito alegre e despojado, ele vai atendendo a todos, sem deixar ninguém de fora.

Por enquanto é isso, pois falar de seu Zé é emocionante.

Saravá seu Zé!

Este é o relato de uma Irmã que cultua a Jurema Sagrada publicado na comunidade Mestre Zé Pelintra, a esta irmã só temos que agradecer por este texto.

Obrigado minha irmã JUREMEIRA

(CLIQUE NA LOGO DO YAHOO E RECEBEBA NOSSAS MATÉRIAS)

Clique aqui para entrar no grupo povodearuanda

CLIQUE ABAIXO:

mp3.gif

artigo.gif

atabaques.gif

cds.gif

flores.gif

livros-1.gif

velas.gif

(CLIQUE NA LOGO DO YAHOO E RECEBEBA NOSSAS MATÉRIAS)

Clique aqui para entrar no grupo povodearuanda


 .

Sobre Administrador

Eu tento fazer a minha parte para poder divulgar a minha Religião.
Esse post foi publicado em UMBANDA e marcado , , , . Guardar link permanente.

5 respostas para O Mestre Zé Pelintra

  1. Pai Paulo de Ogum disse:

    Irmãos como sempre e esperado de vcs mais um texto alem de muito bonito rico em explicações,que oxala os abençoe nessa caminhada linda.
    Muito axe a todos!!!!!!

  2. maria bruno disse:

    Nao sei porque mas eu ao chegar aqui pelas maos de uma amiga muito querida senti que tinha que aqui escrever algo a Seu Ze sem saber muito bem o que lhe dizer apenas lhe posso pedir um pouco de Luz para conseguir ultrapassar esta fase menos boa da minha vida .
    AGRADECO ESTE BOCADINHO SENTI-ME BEM ACHO Q VOU VOLTAR

  3. Wilson disse:

    Que bom encontrar algo bonito a respeito do Sr. Zé, tudo que escreveu condiz com tudo que sei e presencio.

    Sou do Rio de Janeiro, e confirmo as coisas boas que o Sr. Zé faz, e garanto que tudo que me passa é simplesmente alegria, o bem e ajuda.

    Sou grato ao Sr. Zé, pela proteção, ajuda e cura, o qual tenho prazer de chamar de “PAI”.

  4. marilia disse:

    Voces estao de parabéns, pois sabemos que essa ciência chamada “umbanda”, ainda é muito criticada, mas nós que temos um conhecimento sabemos que encontamos a paz espiritual e vivemos na melhor maneira possivel, encarando os obstaculos que a vida nos oferece, mas com amor e caridade,esse trajeto se menos sofredor, diante orientaçoes espirituais, que só querem a nossa evolucao espiritual.
    obrigada,por mais um conhecimento!!!

    atenciosamente
    Marília

  5. paola disse:

    trabalho com ze pilintra da encruzilhada e acho ao todo.lindos sao homens que sabem o que uma mulher gosta alem de serbmuito mulherengo por isso que o amoooo

Os comentários estão encerrados.